O Método Vaganova

Vaganova enfatizou a dançar com o corpo inteiro, promovendo a movimentação harmoniosa entre braços, pernas e tronco.



O nome do método é o nome da bailarina, Agrippina Vaganova (1879-1951) e pedagoga russa que entrou para a história mundial da dança ao desenvolver um método de ensino que ficou conhecido como o método Vaganova.

Após graduar-se na Escola Imperial de Ballet de São Petesburgo em 1897, Vaganova começou a dançar na companhia profissional da escola. Ela se aposentou como bailarina em 1916 para se dedicar a uma carreira de ensino da dança e em 1921 retornou à mesma escola como professora, que havia sido renomeada como Escola Coreográfica de Leningrado.

O método Vaganova trouxe a fluidez e expressividade dos braços e torsos do método francês e os giros e saltos virtuosos do método italiano, assim como seu estudo bem planejado, sem, no entanto, ter um conjunto de exercícios rigorosamente predeterminado como no método Cecchetti, e totalmente diferente do floreado trabalhado da Royal, ao invés disso, no método Vaganova cada professor desenvolve sua própria aula.

Os braços neste método passam de uma posição a outra de forma mais perceptível do que no método Cecchetti e as mãos mudam de direção no último momento do movimento. Os primeiros estágios focam no epaulement e na estabilidade e força das costas, visando a que o movimento seja fluido e harmonioso. Ao mesmo tempo em que se trabalha a técnica, a arte também é adquirida individualmente, proporcionando uma forte e melodiosa expressividade. O resultado são bailarinos que arrebatam o público ao mesmo tempo com sua graça e sua bravura.

Entre as características mais trabalhadas estão:

- desenvolvimento da força da parte inferior das costas;
- plasticidade dos braços;
- flexibilidade necessárias ao estudo do ballet.

São inúmeros os benefícios trazidos pelo estudo da Dança Clássica como, disciplina, comprometimento, apreço musical, além das incontáveis habilidades físicas desenvolvidas,Contudo, ressaltamos a importância de cultivar e valorizar o hábito e o prazer, em apreciar tudo que e envolve essa arte, desde saber se arrumar, ser disciplinado, seguir regras, cultivar os eventos sociais, conhecer pessoas, estudar a dança a fundo, participar de espetáculos.

Talvez por isso seja tão eficaz e completo. trazendo o aluno mais próximo da perfeição da técnica, e um excelente nível de flexibilidade.

O método Vaganova é considerado muito limpo, com movimentos precisos, que expressam as linhas de suavidade. Mesmo que um bailarino formado na escola Vaganova seja muito muito forte e limpo, ainda é suave e tem um bom desempenho no palco, sem a rigidez robótica.

Vaganova morreu em Leningrado, em 5 de novembro de 1951, mas seu legado de bailarinos formados e professores se manteve e continua a influenciar o ballet até hoje. Como professora, Vaganova foi gentil e encorajadora, mas também exigiu precisão, atenção aos detalhes, concentração e trabalho duro. Ela incentivou seus alunos a aprender constantemente!

Agrippina Vaganova - Esmeralda 1910
 Compartilhe essa página com seus amigos:


Deixe seu comentário

0
TOTAL